Decisão foi tomada em encontro nesta terça em Brasília. ‘Serviu para mostrar que não há conflito entre poderes do ponto de vista institucional’, diz Dias Toffoli

Em encontro nesta terça-feira (28) no Palácio da Alvorada, os presidentes dos três poderes resolveram assinar um pacto a favor das reformas em 10 de junho. O texto foi apresentado durante encontro entre o presidente Jair Bolsonaro e os presidentes da Câmara, Rodrigo Maia, do Senado, Davi Alcolumbre, e do STF, Dias Toffoli.

O pacto prevê união dos esforços entre os três poderes em torno de uma agenda com cinco pontos:

  • reformas da Previdência
  • reforma tributária
  • pacto federativo
  • segurança pública
  • desburocratização

“Foi um encontro positivo. Serviu para mostrar que não há conflito entre os poderes do ponto de vista institucional”, disse ao blog o presidente do Supremo, Dias Toffoli.

Toffoli (à esquerda)  e Bolsonaro (centro) após reunião no Palácio do Planalto — Foto: Marcos Corrêa/ Presidência da República
Toffoli (à esquerda) e Bolsonaro (centro) após reunião no Palácio do Planalto — Foto: Marcos Corrêa/ Presidência da República

Durante a reunião, Bolsonaro destacou a importância de trabalhar junto com Legislativo e Judiciário, defendeu as instituições e condenou os ataques sofridos pelo Congresso e pelo Supremo nas manifestações do domingo passado, promovidas pelos seus apoiadores.

No encontro, estavam presentes ainda o ministro Augusto Heleno (Gabinete Institucional), Paulo Guedes (Economia), que fez uma exposição sobre pontos da agenda econômica, e Onyx Lorenzoni (Casa Civil).

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here